Na 13ª Edição do Programa Atitude Educação transmitido no dia 22 de junho de 2021, contamos com a participação de duas excelentes convidadas, as professoras Regina Jodely e Sandra Raquel de Almeida

Na 13ª Edição do Programa Atitude Educação transmitido no dia 22 de junho de 2021, contamos com a participação de duas excelentes convidadas, as professoras Regina Jodely e Sandra Raquel de Almeida

Na 1ª hora a nossa convidada foi a professora da Educação Básica da SEEDF e mestra em psicologia, Regina Jodely
Tema: O PROCESSO DE ESCUTA NA INFÂNCIA: COMPARTILHANDO A PESQUISA SOBRE A RODA DE CONVERSA NA EDUCAÇÃO INFANTIL.

Iniciamos o programa nos apresentando e acolhendo a professora Regina Jodely. Em seguida pedimos para a professora se apresentar, falando sobre sua Formação Acadêmica, trajetória profissional e atuação.
O momento foi muito valioso, pois a mesma nos contou que desde a mais tenra idade sempre amou estudar, estar na escola, dar aulas para as bonecas e muitas outras experiências que já davam indícios da profissional que Regina Jodely é hoje. Aquela criança que um dia sonhava e tinha grande desejo por aprender, cresce, vai para a Escola Normal do Gama e lá realiza parte dos seus sonhos, tornar-se professora.
Só que tudo isso era só o começo, pois segundo afirmação da professora Regina, os objetivos sempre foram alçar novos vôos, continuar, ir além, “borboletear” e parar ???Nem pensar.
A professora, que já atuou em várias funções e cargos da Secretaria de Educação- Df, se afastou temporariamente para fazer o mestrado e sua dissertação apresentada no Instituto de Psicologia da Universidade de Brasília, teve como tema: A CRIANÇA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: A RODA DE CONVERSA ,COMO ESPAÇO/ TEMPO DE INFÂNCIA, CRIAÇÃO E EXPERIÊNCIA.
Atualmente a professora Regina Jodely trabalha com uma turma de Classe Especial na E.C. 10, tendo como bagagem e experiência 20 anos dedicados à Educação e contando com os ensinamentos e aprendizados obtidos em suas pesquisas e formação.

Nossa conversa aconteceu de maneira dinâmica e prazerosa. A professora respondeu nossa pergunta acerca do conceito, objetivos e importância da roda de conversa na Educação Infantil.
Em seguida fez uma explanação sobre fala, escuta e silenciamento.
Regina nos contou experiências relacionadas à
sala de aula e a Flexibilização do Currículo.
A professora Regina Jodely compartilhou momentos marcantes da sua história que a fizeram ter um olhar diferente para seus alunos, bem como para sua profissão.
A professora citou os Eixos Integradores da Educação Infantil :Cuidar, Educar, Brincar e Interagir . Falou sobre a Importância do brincar, de aproveitar as potencialidades das crianças.
Ao explicar o que é a roda de conversas e quais são os seus objetivos, a professora diz que é um procedimento da Educação Infantil e de outras modalidades. É um acolhimento à criança.
A partir das pesquisas, estudos e levantamentos realizados , foi possível propor uma roda de conversa com uma nova proposta, com um olhar diferente…um lugar que ultrapassa os questionamentos sobre o cotidiano escolar, mas com a perspectiva de que seja um lugar de encontro, de novidades, de criação e democrático de fala.Um espaço dialógico, político e de emancipação.

A professora também nos citou autoras que falaram sobre a roda de conversa ,dentre elas, Ivete Mangueira e Alexandra Militão, que conceituaram a roda como um momento de escuta. A mesma também criticou as “docilizacão” na tentativa de silenciar as crianças , mas reforçar que é preciso aproveitar o momento para escutar o outro,o colega, sem induzir o silenciamento, mas o respeito ao momento de fala de cada um.Levar a voz da criança para a escola e fora dela, valorizar o que trazem para aquele momento. Segundo a professora, a escuta das crianças pode nortear o trabalho do professor, unindo- a ao planejamento, pois a criança traz muitas informações e conhecimentos prévios e cabe ao professor, organizar e conduzir esses conhecimentos, aproveitando assim o processo de criação , o interesse dos estudantes , aproveitar e transformar os mais diversos momentos em aprendizagem.
A professora Regina Jodely encerrou o momento fazendo agradecimento aos familiares ,amigos e outros.
O bate papo estava tão bom que nem vimos a hora passar e o momento chegou ao fim. Posteriormente repetiremos a dose e a professora Regina estará novamente conosco para nos falar mais sobre o tema que é tão interessante, A RODA DE CONVERSA.

Na 2ª hora, o momento foi muito especial com a professora Sandra Raquel de Almeida – Graduada em Pedagogia, mestra e doutora em Psicologia que nos trouxe como tema: OS RUMOS DA ALFABETIZAÇÃO.
Inicialmente a professora , a pedido nosso, falou sobre sua formação acadêmica, trajetória profissional e atuação atual.
A professora Sandra Raquel, além de grande pesquisadora, também é psicanalista.
A professora apresentou desejo em trabalhar com o público vulnerável e via sua sala de aula como laboratório de pesquisa.
O sujeito de sua pesquisa é o professor alfabetizador.
Para lidar com as questões subjetivas do público vulnerável ,a professora buscou outras formações ,como a psicanálise , que a mesma chama de recurso para atingir a subjetividade dos estudantes e a sua própria subjetividade e segundo a professora, para que ela tivesse condições de se apropriar dos recursos intelectuais e ter então, condições de fazer a diferença na vida dos seus alunos.
A professora afirma a importância das técnicas para a formação dos professores, porém sozinhas não são suficientes. Acredita também que é preciso ir em busca do sujeito marcado pelo sofrimento, desamparo e tantos rótulos de incapacidade. Se os profissionais não forem em busca dessas pessoas e não acreditarem que todos são capazes de aprender, corre-se o risco da estagnação, que levam os índices de analfabetismo e das desigualdades sociais crescerem.
A professora fala que o perfil de um professor alfabetizador é aquele que toma consciência da sua história e o que levou a se constituir professor. Na pesquisa que realizou ,os professores alfabetizadores tinham na constituição docente, o desejo de ser agente de transformação da realidade social. Para ela, o ponto fundamental é se importar com o outro e que assim como a Educação transformou a vida daquele(a) professor (a), ela pode e deve transformar a vida de todos os sujeitos e que é preciso se apropriar dessa realidade social e que com o conhecimento adquirido, o professor possa levar o aluno a querer aprender.
A professora Sandra Raquel nos diz que o professor precisa respeitar e compreender cada fase do desenvolvimento da criança, de acordo com a sua faixa etária.
A professora fala sobre a importância do brincar e reconhece que não há como evitar a realidade atual da era digital e que a escola necessita se adequar à essa realidade e buscar meios para oferecer esse recurso com qualidade.
Outra informação pertinente que ela nos apresenta é que o processo de alfabetização inicia desde o nascimento e que a criança precisa ser inserida num ambiente alfabetizador para ser estimulada e explorada em suas potencialidades.
A alfabetização não deve ser aquela meramente mecânica, pois essa é prejudicial em qualquer faixa etária.
Foi muito interessante quando a professora cita a grande conquista da criação dos Jardins de Infância – Educação Infantil ,explorando todos os Campos de Experiências e os muitos ganhos obtidos.
Abordamos também assuntos referentes às propostas da Política Nacional de Alfabetização (PNA) e do Ministério da Educação e Cultura ( MEC) para a alfabetização no país .
E sobre os níveis e os métodos da alfabetização, para a professora Sandra Raquel ,o melhor método é aquele que o professor alfabetizador vai apresentar , se apropriando dos saberes da docência e da sua própria história , pois ele vai buscar meios de ir ao encontro das necessidades cognitivas e subjetivas dos seus alunos, dando sentido à aprendizagem.
A professora encerrou o momento agradecendo a oportunidade de participar do programa e nós a agradecemos pelas contribuições dadas.

Parabéns às nossas convidadas pelo trabalho que realizam, por serem incansáveis pesquisadoras e estudiosas com o objetivo de contribuir cada vez mais com uma EDUCAÇÃO DE QUALIDADE.

Eliane Andrade 

admradio

admradio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Peça sua Música!