Origem do Café

Origem do Café

No Iêmen existem manuscritos do ano 575 que registram, ainda que de maneira romanceada, a primeira experiência com o café. A história mais divulgada nos conta que havia um pastor de cabras da Etiópia que em um belo dia notou que o comportamento de seus animais se modificava ao comer as folhas e os frutos de um tipo de arbusto e todos que comiam dessa planta ficavam ágeis e enérgicos.

Com isso, o pastor resolveu provar do fruto e pode constatar os seus efeitos estimulantes. Claro que rapidamente a novidade se espalhou pela região e os habitantes locais a consumiam na forma macerada.

Dessa maneira, o café de origem etíope passou pelo Mar Vermelho e chegou à península arábica cujo domínio de processamento dessa bebida foi totalmente moldada pelos árabes.

A versatilidade do fruto agradou os monges e os dervixes (homem que faz voto de pobreza levando uma vida de renúncia), pois passaram a consumi-la em seus rituais já que os efeitos dessa bebida os ajudavam nas rezas e nas vigílias noturnas.

No século XIV foi criado o processo de torrefação, momento em que a bebida obtém o gosto e o encorpado como a percebemos atualmente. A sua produção em larga escala foi inevitável e brevemente o café, por não ser alcoólico, tornou-se um hábito tanto nos ambientes domésticos, nos laborais e no culto sagrado do islamismo.

Atualmente o café é encontrado em todos os pontos cardeais, com variações regionais adaptadas para cada tipo de cultura, contudo sua essência permanece árabe e por isso o café arábica é apontado pelos estudiosos do ramo como o melhor café do mundo.

Fonte: História do café por Ana Luiza Martins

Thaís Latifa
Programa Mundo Árabe

admradio

admradio

3 comentários sobre “Origem do Café

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Peça sua Música!