Pais LIGADOS CONTRA AS DROGAS

Pais LIGADOS CONTRA AS DROGAS

Esclareça aos seus filhos, desde a infância, sobre o mal que as drogas causam ao viciado

•Converse bastante com os professores das crianças, para saber de seu aproveitamento escolar;
•Costume verificar a caderneta de presença de seus filhos, para saber se eles não têm “matado” aulas;
•Más companhias conduzem ao uso de drogas e ao crime;
•Selecione as companhias de seus filhos e os ambientes que eles frequentam (clubes, bailinhos, etc.);
•Caso você descubra que seu filho está usando drogas, lembre-se que não é por meio da violência que o problema será solucionado;
•Procure conversar sobre os prejuízos que o uso de drogas trará para sua saúde e, se ele revelar o desejo de se recuperar, encaminhe-o a um profissional especializado, para o tratamento de recuperação;
•Propagar valores sólidos e princípios éticos que possam representar proteções eficazes contra as ameaças que pairam sobre nossas vidas, inclusive as drogas;
•É fundamental que os pais transmitam a ideia de uma vida saudável, incluindo hábitos de saúde, higiene e alimentação saudável e dar o exemplo;
• Estabelecer um vínculo de confiança e apoio com os filhos;
•Estabelecer diálogos francos, abertos e amigáveis com os filhos, sem preconceitos sobre o tema;
• A experimentação é o primeiro passo para o vício. Conscientize seu filho para que nunca experimente uma droga;
• Procure saber as causas que levaram um dependente a ingressar no mundo das drogas, pois muitas vezes o problema pode estar na sua própria família;
•Proporcionar orientação e apoio aos filhos para resistirem às pressões de grupos e colegas no uso de álcool e drogas;
• Esclareça-os de que eles têm o direito de dizer NÃO ao grupo;
•Estimule seu filho a encontrar saídas criativas para evitar o uso de drogas.

Sintomas mais comuns do uso de drogas:

* Mudança brusca de conduta (irritável e nervoso).
* Inquietação. O jovem torna-se impaciente.
*Aquisição de tiques nervosos e cacoetes.
*Queda do aproveitamento escolar ou desistência dos estudos.
* Uso de gírias próprias do mundo da droga.
*Isolamento. O jovem passa a ficar a maior parte do tempo no quarto, evitando contato com amigos e familiares.
*Alteração de hábitos. O jovem passa a dormir de dia e ficar acordado à noite.
*Existência de comprimidos, seringas, cigarros estranhos, pacotinhos ou saquinhos plásticos com pó branco ou erva seca entre seus pertences.

CONHEÇA AS DROGAS MAIS COMUNS:

MACONHA
· Erva verde e seca, geralmente apresentada como torrão (prensada, amassada), acondicionada em celofane, plástico ou jornal. Em meio a erva, existem sementes de cor marrom, polidas (parecem envernizadas) e redondas.
· Tem odor característico e é consumida como cigarro ou como fumo em cachimbo.

COCAINA
· Apresenta-se geralmente como um pó branco cristalizado, semelhante ao açúcar refinado, talco ou farinha de trigo. Em caso de suspeita, toque ligeiramente a ponta do dedo no pó, e o leve a ponta da língua. A cocaína possui um gosto forte de remédio (éter ou iodo) e causa amortecimento local (anestesia da língua). · É consumida através de aspiração pelo nariz ou por meio de injeção na veia.

CRACK
· Feito a partir da pasta base da cocaína e, por meio de um processo químico, adquire a forma cristalizada (pedras). As pedras são ” fumadas”, o que produz efeito rápido e intenso. O CRACK provoca dependência imediata e seus efeitos no organismo, são devastadores.

OXI
. É composto por uma mistura de cocaína e gasolina ou querosene e soluções de bateria com cal e permanganato de potássio. Possui a aparência parecida com o crack, pois é uma pedra acinzentada que também é fumada em cachimbo. A droga é mais barata do que outras e mata muito mais rápido do que outras drogas, fazendo com que o usuário chegue a viver menos de um ano.

MEDICAMENTOS
Guarde em local apropriado e seguro, fora do alcance das crianças;
Jogue no lixo, de forma segura, medicamentos com validade vencida;
Evite tomar remédios sem prescrição médica, principalmente na frente das crianças.

 

Acorde antes que seja tarde demais!

 

Wander Teles.
Programa Nova Geração

admradio

admradio

Um comentário em “Pais LIGADOS CONTRA AS DROGAS

  1. O descompasso do surgimento das politicas publicas sobre drogas nos campos da seguranca e da saude publica reflete o debate historico a respeito do tema no Pais, que oscilou entre esses dois ambitos, o da seguranca e o da saude publica, carregando sinais das politicas proibicionistas pautados, ate o presente momento, no ideal de abstinencia e na ideologia norte-americana da Embora estrategias como a reducao de danos tenham conquistado espaco na agenda publica brasileira a partir da decada de 90, em vista da necessidade de respostas eficazes a epidemia da AIDS, resgatando o enfoque na prevencao e os direitos a saude do usuario de drogas, sua implementacao e compreensao ainda se apresentam incipientes. Atualmente, a reducao de danos depara com inumeros desafios, que demandam uma compreensao ampliada do fenomeno das drogas no contemporaneo, a fim de formular acoes diversificadas que vao alem do uso de drogas injetaveis e da prevencao de doencas infecciosas, como a AIDS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Peça sua Música!